sábado, 19 de março de 2011


Enterrei meu rosto em minhas mãos, e na minha cabeça passavam todas as cenas do começo.
De como tudo era naquele tempo, fácil, natural...
Lembro-me do seu rosto deslumbrado ao me admirar, da sua respiração ofegante ao me tocar.
Parecia ser permanente o estrago que eu, desde ali, havia causado.
O poder sobre seus sentimentos... Parecia tanto, que na minha descrença eu cria.
O que sempre tive como mentira, parecia a mais concreta verdade.
Mas, após o choque da mudança, em nada disso se via sentido.
O coração, novamente desesperançoso, aguardava o dia em que as palavras seriam proferidas.
E ele ainda aguarda, não ancioso, mas com sede de alívio e certeza.

Anne Campos.
* * *

2 comentários:

  1. Adorei seu cantinho... e gostaria que seguisse Meus pensamentos... neste blog tem reflexões minhas e também falo sobre beleza (interna e externa) Por favor tem como seguir? http://blogmdcs.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Gostei!
    Desejos de:
    365 Dias de felicidade;
    52 semanas de saúde e prosperidade;
    12 meses de amor e carinho;
    8760 horas de paz e harmonia…
    e que neste novo ano
    Exista 2012 motivos para sorrir!
    Abreijos!

    ResponderExcluir